Coisas sobre a reforma tributária para pequenas empresas que você deve aprender

Com a história de realizar uma reforma tributária dentro do setor de serviços, muitas empresas têm se preocupado e as reações não tem sido muito positiva.

Os empresários têm medo que essa nova proposta do governo acabe aumentando o valor de imposto dos serviços, ao mesmo tempo, em que traz benefícios para outros setores, o que causa muita dificuldade para os pequenos empreendedores.

Para poder resolver esse tipo de situação, os representantes das categorias começaram a negociar alguma forma de diminuir as alíquotas do governo, encontrando uma solução justa que possa simplificar as regras.

Dessa forma, tantos os empresários, principalmente quem está apenas começando consegue se beneficiar, assim como a economia tem espaço para dar uma recuperada. 

O que pode mudar?

Esse impacto de mudanças tributárias para os serviços tem sido muito discutido. As propostas atuais querem aumentar os valores pagos por empreendedores de serviços, reduzindo ao mesmo tempo, os impostos do comércio.

A justificativa por parte do governo é que esse aumento de tributos em relação aos serviços é apenas uma questão de justiça social, visto que os pobres consumiriam mais bens do que serviços. 

Igualando as alíquotas, o sistema tributário se demonstra mais progressivo, garantindo que os ricos paguem mais. Porém, os empresários não querem deixar nenhuma mudança acontecer para o seu lado.

Cenário de crise

A crise causada pela pandemia também é um olhar que deve ser prestado atenção. Trazendo consequência econômicas que não devem ser ignoradas. Diante dessa panorama, o Brasil precisa criar medidas adaptadas.

Para começar, é necessário fortalecer as receitas públicas, já que vai ser necessário para que haja mais disciplina fiscal. 

Além disso, é necessário ter cuidado para não prejudicar o momento de recuperação geral, visto que esse é um dos objetivos finais.

Assim como, não dá para deixar de lado a equidade. A pandemia gerou uma crise que pode ser regredida, dessa forma, é importante evitar que a maneira de sair dela também seja.

Por fim, tudo deve ser claramente diferenciado, mostrando medidas que serão apenas transitórias enquanto outras são permanentes. 

Pequenas empresas

O tema é bastante complexo, mas é necessário que os empreendedores contribuam e possam ser levados em consideração. 

Os empresários acabam não querendo entrar nesses assuntos, aumentando preços de maneira signitiva, o que acaba quebrando muitas empresas. 

Com uma dificuldade em se adaptar por uma lei criada em prol de atender os grandes nomes da indústria do país.

Por fim, qualquer medida que não deixe a tributação mais simples, que faça com que todos emitam e exijam nota fiscal, para que entendam as novas formas de se trabalhar, que não seja aplicada rapidamente, não muda a atualidade.

Não há uma solução simples para entender melhor sobre essa tributação sem pensar na sonegação. Muitos fazem para burlar o sistema, mas outros não tem a menor ideia de que estão sonegando.

O sistema tributário é muito complexo, dificultando o dia a dia das pequenas empresas, impedindo o seu crescimento e desenvolvimento, além de minimizar a possibilidade de ter uma competição com as grandes empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *