Segurança de informação para sua Agência de Marketing Digital: veja o que recomendamos.

Sua Agência Digital está em ótimo momento, conseguindo aumentar a sua área de atuação no mercado, trazendo mais clientes e gerando um faturamento maior. Nada poderia estar melhor, não é mesmo?

E tem os projetos com clientes, metas agressivas para os próximos meses, mesmo com um quadro econômico ainda instável, mas as empresas precisam voltar a vender as estratégias de Marketing Digital são a melhor opção para elas, em termos de tempo e de custo.

Mas em meio a um cenário tão favorável, uma pergunta sempre incomoda: seus dados, sua informação estão seguros? Você hoje tem uma Segurança de Informação que deixa tranquilo quanto as muitas ameaças que surgem todos os dias e cada vez mais sofisticadas?

Mesmo para as empresas que investem muito, não há garantias. Mas existem ações simples que podem ajudar muito a criar ou melhorar a Segurança de Informação para sua agência de Marketing Digital. Vamos falar das principais.

Ação 1: crie e valorize uma Política de Segurança da Informação

É importante criar o comprometimento de todos os colaboradores para a importância de cumprir ações que podem contribuir para que a empresa evite ao máximo os ataques cibernéticos.

O ideal é criar e divulgar um Manual de Boas Práticas, onde estarão as normas e procedimentos para os colaboradores, além do que o suporte de segurança de informação vai implementar – isto mostra o prioridade (e dá noção de custo) que sua empresa dá para a proteção dos dados e motiva todos os níveis da organização.

Ação 2: um sistema de gestão integrado aumenta a proteção

Um bom sistema de gestão permite que todos os dados e informações da empresa – em especial as confidenciais – sejam concentrados em um ambiente só e não distribuídos pelos computadores da empresa e sujeitos a diversos níveis de cuidado conforme o usuário.

Isto pode resolver um outro grande problema: a dificuldade de acesso aos diversos documentos e controles para fazer estudos e análises.

Existem muitas opções boas de sistemas de gestão no mercado, desde as mais simples e gratuitas até as mais sofisticadas e os ERP. A solução vai depender do volume de áreas e processos e no nível de complexidade da organização.

Um aspecto importante a ser avaliado é o tipo de plataforma do sistema, se web – os dados ficam em um servidor do desenvolvedor e neste caso é fundamental conhecer a solução de segurança dele – ou residente – o sistema e os dados ficam instalados em um servidor da empresa.

Ação 3: comprometimento de todos os colaboradores

Novas ameaças virtuais surgem a cada dia e mesmo as soluções de Segurança da Informação mais abrangentes sofrem para bloquear 100% dos ataques. Por este motivo, é preciso que a principal porta de entrada das ameaças seja bem controlada: os colaboradores.

O ponto positivo neste item é que as ações mais importantes são também usadas no ambiente doméstico, em computadores pessoais, não são estranhas para as pessoas.

  • Não abra links e anexos de e-mails enviados por remetentes suspeitos.
  • Trocar as senhas frequentemente.
  • Não usar o recurso de memorizar acesso (usuário e senha).
  • Não abrir sites que não tenham certificação de segurança.
  • Não fazer downloads que não sejam autorizados pela empresa.
  • Comunicar prontamente qualquer comportamento suspeito do computador.

Podemos ver que são medidas simples e que aumentam muito o nível de segurança da empresa.

Ação 4: proteja fisicamente os seus dados

É preciso instituir medidas práticas de segurança patrimonial para proteger os equipamentos onde seus dados estejam armazenados. No caso, estamos falando de servidores, unidades externas e outros dispositivos.

Por este motivo, é preciso instalar soluções de proteção física, como monitoramento por câmeras e trancas especiais.

Ação 5: usar o backup em nuvem

O backup por armazenamento em nuvem é extremamente útil para preservar os dados em caso de sinistros com os equipamentos da empresa e evitar o tempo de reconstrução destes dados e prejudicar o atendimento aos clientes – o que é o maior de todos os prejuízos.

Existem ótimas opções no mercado e o sincronismo em tempo real é um grande diferencial, porque garante o acesso das versões mais atualizadas dos arquivos.

 Ação 7: investir em um ótimo programa antivirus

Este é um investimento obrigatório e certamente o mais importante. Nenhuma empresa hoje em dia pode prescindir de um software de proteção dos seus dados.

Um programa de antivirus independe do tipo de gestão de dados (sistemas ou arquivos diversos), pois ele é a garantia de que as ameaças não cheguem até os dados e também às partes físicas dos equipamentos.

Existem boas opções gratuitas, mas não tem todos os recursos que a estrutura de uma Agência Digital necessita. As opções pagas dão uma cobertura maior e o investimento se paga pela qualidade da proteção que elas dão.

É muito importante que você tenha a ajuda de um Analista de Segurança da Informação – da sua empresa ou um terceirizado – que dará todas as orientações para que a sua agência tenha um dos  melhores antivírus do mercado.

 

Esperamos que estas dicas sejam muito úteis para as suas decisões sobre como proteger os dados da sua empresa.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *